5 coisas que você faz que “derrubam” a imunidade

5 coisas que você faz que “derrubam” a imunidade

O sistema imunológico tem uma função importante no organismo: proteger o corpo de invasores, agentes estranhos, vírus e bactérias que provocam doenças. Por outro lado, existem certos hábitos que influenciam negativamente essa defesa natural.

Cotidianamente, as pessoas adotam hábitos que prejudicam o sistema imunológico, deixando-as mais suscetíveis a gripes e resfriados, por exemplo. Dessa forma, reunimos os principais que “detonam” a imunidade.

Entenda a imunidade

A imunidade é o nome que a ciência dá à capacidade natural do organismo de se defender contra agentes infecciosos, como vírus e bactérias

Ela pode ser destacada como imunidade nata, presente no organismo desde o nascimento e imunidade adquirida, que ocorre após o contato com o agente invasor ou por meio de vacinas.

Além de proteger, a imunidade pode  agir impedindo que uma doença progrida para formas mais graves,  atuando na identificação e na destruição de células estranhas.

Saiba o que “derruba” a imunidade

Tendo uma função importante no organismo, o sistema imunológico precisa ser fortalecido com alimentação saudável, prática de exercícios físicos e até, se necessário, suplemento vitamínico. Do contrário, alguns hábitos podem derrubar a imunidade. Veja quais são eles: 

Alimentação desequilibrada

Por conta da correria do dia a dia, muitas pessoas possuem uma alimentação desequilibrada, rica em gorduras, açúcares e sal, e pobre em frutas, legumes e verduras.

Esses hábitos alimentares inadequados, além de  provocar obesidade e surgimento de várias outras doenças, também impactam negativamente o sistema imunológico.

Com uma alimentação desequilibrada, há pouca ingestão de nutrientes e vitaminas, prejudicando todo o sistema do corpo.

Qualidade de sono ruim

Uma das principais causas do enfraquecimento do sistema imunológico é a qualidade de sono ruim. Dormir mal faz mal à saúde.

Estudos sugerem que a má qualidade do sono impacta significativamente a imunidade, deixando-nos mais suscetíveis aos vírus e outras infecções.

De acordo com vários estudos, as pessoas que dormem menos de 5 horas por dia estão muito mais propensas a desenvolver problemas como gripes e resfriados. Esses estudos mostram, ainda, que a privação de sono atrapalha a produção das células de defesa do organismo, prejudicando as respostas imunológicas.

Consumo excessivo de álcool

O abuso de álcool também afeta negativamente o sistema imune. De acordo com especialistas, bebidas alcoólicas além de aumentar o risco de infecções, aumenta  o tempo que o organismo leva para se recuperar. 

Medicamentos

O uso de alguns medicamentos, como corticóides e imunossupressores, podem baixar a imunidade  e aumentam o risco de infecções 

Sedentarismo

Outra causa para a baixa imunidade é o sedentarismo.

Segundo uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde de 2017, três em cada 100 mortes podem ter sido influenciadas pelo sedentarismo.

A falta de atividades físicas prejudica a saúde como um todo inclusive o sistema imunológico.

Além disso, o sedentarismo aumenta as chances de estresse, condição que enfraquece a imunidade.

Afinal, como aumentar a imunidade?

Para aumentar a imunidade, o ideal é abandonar esses hábitos ruins e iniciar práticas mais saudáveis.

Invista em alimentação natural, como frutas, verduras, legumes, carnes magras e cereais, que são ricos em nutrientes e vitaminas que auxiliam o sistema imunológico.

Além disso, tenha uma boa qualidade de sono. Evite tomar estimulantes, como café, horas antes de dormir. O período recomendado é de 7 a 8 horas de sono.

Outra forma de aumentar a imunidade é praticando exercícios físicos. Escolha uma atividade prazerosa e pratique pelo menos 15 a 30 minutos por dia.

Embora não aumentem a imunidade, os hábitos de higiene, como lavar as mãos frequentemente, evitam o contágio de vírus e bactérias.

Em casos de gripe, o MultiGrip é indicado para aliviar os sintomas como congestão nasal, febre, dores musculares e dor de cabeça. Encontre na farmácia mais próxima de você.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. MULTIGRIP É UM MEDICAMENTO. DURANTE SEU USO, NÃO DIRIJA VEÍCULOS OU OPERE MÁQUINAS, POIS SUA AGILIDADE E ATENÇÃO PODEM ESTAR PREJUDICADAS.

Fontes consultadas:
Asif N, Iqbal R, Nazir CF. Human immune system during sleep. Am J Clin Exp Immunol. 2017;6(6):92-96. Published 2017 Dec 20.
Sarkar D, Jung MK, Wang HJ. Alcohol and the Immune System. Alcohol Res. 2015;37(2):153-155.
Ronchetti S, Migliorati G, Bruscoli S, Riccardi C. Defining the role of glucocorticoids in inflammation. Clin Sci (Lond). 2018;132(14):1529-1543. Published 2018 Jul 31. doi:10.1042/CS20171505
Ministério da Saúde. Disponível em: https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/45341-tres-em-cada-cem-mortes-no-pais-podem-ter-influencia-do-sedentarismo. Acesso em 17 de julho de 2020.
Bula do produto Multigrip® Cápsula 400 mg de paracetamol + 4 mg de maleato de clorfeniramina + 4 mg de cloridrato de fenilefrina. Multilab Ind. e Com.de Produtos Farmacêuticos Ltda. Reg. M.S. nº 1.1819.0021

Comentários

4 Cápsulas

Multigrip

Selecione a quantidade:
  • Coriza
  • Febre
  • Dores no corpo
  • Dor de cabeça
  • Congestão nasal

Multigrip

Selecione a quantidade:
  • Coriza
  • Febre
  • Dores no corpo
  • Dor de cabeça
  • Congestão nasal

Multigrip

Selecione a quantidade:
  • Coriza
  • Febre
  • Dores no corpo
  • Dor de cabeça
  • Congestão nasal
Compre já